sábado, setembro 23, 2006

segredos


Todos nós trabalhamos com um poder incompreendido. Todos sob exatamente as mesmas leis da natureza. Não importa se nascemos na Índia, Brasil, Londres ou Nova York, atuamos sempre por "sintonia".

Somos atraídos pelas imagens que mantemos em nossa mente, pelo que pensamos, pelo que sentimos.

Nosso trabalho diário é vigiar o que pensamos. Pensamentos tenebrosos virão, mas deixemos que eles partam da mesma maneira que chegaram. Quanto menos alimentá-los, menos fortes ficam. Nada é tão sólido. Acabamos nos "tornando" aquilo no que mais pensamos, assim como atraímos aquilo que vai de acordo com esses pensamentos. E fazemos novas escolhas a cada segundo.

Se pensamos na mesma coisa por várias e várias vezes, se mantemos uma imagem na cabeça, criando e recriando como seriam essas coisas acontecendo, nós facilitamos o caminho para que essas coisas se aproximem de nós.

E aqui temos um problema: muitas vezes pensamos naquilo que não queremos, não gostamos, aquilo que tememos, e nos perguntamos porque essas coisas aparecem repetidamente em nossas vidas. Se ficamos olhando para um monte de dívidas e dificuldades, com as quais nos sentindo mal a respeito, este é o sinal com o qual estamos nos sintonizando. É isto que estamos afirmando para nós mesmos e impregnando em nossas mentes. Então sentimos essa situação ruim profundamente em todos os níveis do nosso ser. É preciso treinar o olhar de observador.



Nenhum comentário: