quarta-feira, outubro 25, 2006

amizade


Amigo é cúmplice, é aquele que contigo compartilha a vida, que te acompanha na jornada. Que te é ouvido, que é ombro, que é colo. Quem te ampara e quem te defende. Aquele que por ti nutre admiração, que te demonstra afeto. Teu amante. Aquele que te leva, que te busca e te devolve. Que por ti tendo amizade, permite ser quem és. O que ganha o primeiro pedaço de bolo, o primeiro feliz ano novo.

Ser que te cerca, que te ergue, que é teu caçador. Aquele que é cabeça, que é perna, que é coração. Quem por ti chora, quem contigo ri. Aquele que não te abandona, mesmo quando vai embora. Que te instiga, que te segue. Teu fiador. Que a ti confidencia, a ti envolve e a ti engole. Que te supre, que te limita, que te dá rumo, que te sacode. O que é presente mesmo à distância, e que o tempo não envelhece, renova.

Amigo é espelho, aquele para quem és forte, para quem és belo. Aquele que é olhos, que é mãos, que é abraços. Quem contigo troca olhares, quem a ti entende. Aquele que te fala verdades, que de ti nada esconde, que em ti confia. Teu mentor. Que te aguenta, te sustenta, te acomoda. Aquele de quem gostas, de quem és querido. O que não te deixa cair, o que é firme com palavras doces. 

A quem és o favorito, o protetor, o aliado. Aquele que te infla, que te suga, que te eleva. Quem por ti ora, quem por ti vela. Aquele que a ti ensina, que contigo aprende, que te registra. Teu retrato. Que a ti assiste, que insiste, que persiste. Aquele que te comemora, que te devora e condecora. O que está sempre ao teu lado, onde quer que esteja, ora mestre, ora aprendiz.



Foto: original from Image Source - Getty Images

4 comentários:

Fred Neumann disse...

Oi, queriDani,

hehe! Quando eu morava em Sampa, a gente frequentou muitas baladas junto, né?
Eita faculdade boa! A nossa turma era recheada de figuras inesquecíveis, e que muitas delas permanecem como amigos próximos.
De ti, me reaproximo blogueiramente.
O que considero uma baita reaproximação, pois os blogs publicam o que sai da nossa mente, mesmo não sendo relatos muito auto-biográficos, caso do meu blog, hehehe!

Beijelas pra você,

Fredão

Dani disse...

Oi, Fredão!

Sem dúvida um tempo muito bom aquele de faculdade. E hoje temos amigos maravilhosos. Nos blogs sou caloura, vou aprendendo a cada voltinha que dou por aqui. O barato é isso mesmo que vc falou, eles são um pouquinho de nós, e tem blog de todo tipo, pra todo gosto, pra cada pensamento ou sentimento que nos povoam. Adoro o seu, com suas sacadas bem-humoradas. Vira e mexe passo lá...

Beijão!

Anônimo disse...

amiga...mãe/filha,rs....amiga, mestre e aprendiz
um super beijo
um 2007 sempre com AMIGOS
Bete

Tato disse...

Você é mesmo uma doçura! Aprendo o tempo todo contigo!

Aprendizado que passa pelas emoções, por coisas sérias, pela leveza, passa também pela continuidade...

O nosso tempo agora é outro. Já não te vejo diariamente, pela manhã, de carinha querendo abrir, ainda meio que acordando, como quando trabalhávamos juntos.

Agora aprendo contigo a me deliciar com o que a tecnologia propicia. Quando menos espero recebo notícias suas... Uma delícia passar por aqui.

Um beijo terno e carinhoso.

Tato