sábado, outubro 28, 2006

Boas lembranças de Jeri

 
Jeri é fantástica. E assistir o pôr-do-sol de cima da duna que leva esse nome é coisa sem palavras... Você sobe e fica lá do alto olhando meio bobo o cenário exuberante. Vira para um lado, vira para o outro. Respira fundo e prazerosamente algumas vezes, enchendo os pulmões de energia renovada. Depois caminha, brinca de deixar pegadas, desce correndo e se equilibrando, escorrega... Molha os pés na água e olha lá de baixo aquela montanha que muda de forma com o vento. Sente-se pequeno diante de tanta beleza e magnitude. Mas sente-se também parte dela. Na nova subida os músculos das coxas trabalham com afinco e você ri do seu despreparo físico. Quando lá no topo novamente, senta e recupera o fôlego para então ficar horas e horas conversando inspirado. Deita, se ajeita na areia e percebe que alguns dos intervalos de silêncio dizem mais que os preenchidos pelas vozes.

O vilarejo fica a aproximadamente 300 quilômetros de Fortaleza: Jericoacoara. Sem dúvida paixão à primeira vista. E os atrativos não ficam só por conta da extrema beleza natural de suas paisagens. A doce simplicidade e gentileza do povo também deixam suas marcas.

Todas as suas poucas ruas são de areia (coisa como 5 vias principais e no máximo umas 20 ruelas). Não tem caixas eletrônicos e a circulação de veículos motorizados é controlada. Até o início de 1998 a energia elétrica vinha de geradores. Hoje já existe uma rede elétrica subterrânea, que alimenta apenas as casas, mas por opção dos moradores, sem postes nas ruas para preservar a iluminação natural proveniente da lua e das estrelas. Realmente postes e fios não combinariam com o charme do lugar. Sua ausência fazem das noites de Jeri um espetáculo à parte.



Das pessoas que conheci por lá algumas marcaram mais. Mariana aparecia todas as tardes depois da escola vendendo cocada. Sabia que eu gostava das brancas e as separava pra mim. Era nesse momento que nós a adotávamos por algumas horas. Ficava ali na rede com a gente, contando suas descobertas e mostrava na mão pequena os 5 anos que tinha. Gostava de mexer no meu cabelo. Eu fazia trancinhas no dela, e ela orgulhosa mostrava que podia fazê-las no meu também. Disse que eu ficava muito bonita com as tranças e que precisávamos arrumar uma fitinha para amarrar na ponta. No nosso último dia por lá apareceu chorando, o que fez a despedida mais difícil. Nos contou que a mãe ficaria brava por ela ter vendido poucas cocadas. Aquilo nos machucou também.

João era menino para casar, 16 anos, corpo de atleta, inteligente e um perfeito cavalheiro. Era nosso guia local. Nos contou que dava aulas de natação em Jijoca e estudava à noite. Era fã da Deborah Bloch desde que ela apareceu em Jeri uma vez com o Olivier. Nos levou até Pedra Furada, abria os côcos pra gente e nos falava sobre causos da vila e de como o lugar mudava de dezembro a fevereiro. A cidade enchia, mas ele gostava do movimento, além de garantir a renda necessária para viver alguns meses, fazia com que ele conhecesse muita gente e aprendesse mais sobre o mundo.

As noites de Jeri, além de restaurantezinhos gostosos, têm dois clássicos: o Forró e a famosa Padaria Santo Antonio. O Forró abre praticamente todos os dias na alta temporada (acho que menos segunda), mas como era "baixa" tivemos que aguardar o sábado para conhecer. João foi conosco até lá, apresentou os amigos e nos fez companhia a madrugada toda. Quando fui pedir uma música para o "Dj" local, conheci Jaciara, que tomava conta da casa. No fim da conversa ganhei hospedagem para o verão, e emprego por toda a temporada. Era só eu aparecer por lá. A oferta foi tão graciosa, que mesmo fora dos planos me fez pensar na idéia. Por que não? Saindo do forró fomos conferir a padaria, que abre das 2h às 6h para atender notívagos com fome. Tem deliciosos pãezinhos de côco, de banana ou de queijo: tudo bem caseirinho e você é atendido pelo próprio “seu” Antonio. Demorou um pouquinho para sermos servidos, mas a espera não foi sentida. Aguardando nas mesas e sentindo o cheiro bom que vinha do forno à lenha, todos parecíamos primos esperando pelo bolo da vó. Nos distraíamos trocando dicas sobre os passeios. A chegada da fornada quentinha foi como uma benção, agradecidos comemos em silêncio e com sorriso no rosto. Ouvi dizer que o estabelecimento agora está à venda. Poxa, realmente uma pena, um dos melhores pontos de encontro da vila.

Fotos 1: by Dani e Deca
Fotos 2: www.santuarios.com.br

*

5 comentários:

Monica disse...

Olá Dani!
Cheguei até aqui pq vi um comentário seu lá no Fred Neuman, parceirão!
E para minha surpresa me deparo com este que acho que foi um dos melhores momentos da minha vida...
Os 20 dias que passei em Jeri....
Vc me fez voltar até lá....sabe, sou fotógrafa, mas pra bancar isso sou func. pública (snif), mas graças a isso tive o prazer de realizar meu sonho que era conhecer este lugar que dizem ser um dos 10 mais lindos do mundo!!!
Com toda razão...os dias em Jeri a gente conta as hs p/ não acabarem..as noites, cheias de magia, começam com aquele sunset deslumbrante na duna do pôr-do-sol que eu subi 19 dias pra fotografar!!!
Ah!Meu sonho era conhecer a famosa Pedra-furada e olha é mais linda do que eu acreditava ser!!!!
Até hj me emociono.Trouxe mais de 700 fotos de lá...cor e PB...saía cedo com um bugueiro que "contratei" ..hehehe..o carinha era tão que legal virou um assitente e amigão, para ir à praia do Preá cedão ver os pescadores chegarem do mar...ali, altas fotos em PB eu registrei..e os sorrisos marotos, mesmo em rostos tão cansados, curtidos de sol , me perguntando se era pro Fantástico...rs
E o passeio ao mangue..os cavalos- marinhos que peguei na mão...as travessias de balsa...a lagoa azul..nossa ..são tantos lugares e tantas histórias quu eu adoraria viver de novo!!!!
A noite eu ficava na pousada na rede vendo o céu CARREGADO DE ESTRElAS...nunca vi uma coisa assim....inacreditável!!!!!UM SONHO MESMO!!!!
Depois o forró, a minhocada da terra dando um banho de alegria...poxa..foram tantas amizades que a hora de voltar foi muito triste...mas um dia eu volto!!!!
Lá vi o nome de rua mais bonito da minha vida: "Rua do Jardim da Vida Inteira...";)

Por ora deixo aqui um link com poucas fotos que postei no flickr:

http://www.flickr.com/photos/monicasantos/sets/364283/

mas no Fotolog em que o arquivo é maior certamente tenho muitas e postarei aqui o link depois pra vc matar as saudades!!!!

Querida, muito prazer e obrigada por me relembrar uma coisa tão boa!!!!!
Depois se vc gostar de alguma foto, prometo, em qq lugar deste país que vc more, te mandar uma ampliação!!!!!!

Beijo enorme !
Com carinho,
Mônica.

Dani disse...

Oi, Mônica!
Que engraçado... acho que você apareceu aqui sem saber que um pouquinho antes eu tinha passado lá no seu. Fiquei impressionada com as suas fotos!!! Lindas... E achei curioso ver a de Jeri, do barquinho, postada justamente quando eu tinha escrito sobre lá. Pensei "nossa, que coincidência!". E agora que li seu comentário, suas memórias e vi suas fotos já acho que o acaso está abusando, heheh... Puxa, fiquei muito, muito contente em fazê-la recordar com tanto gosto da sua viagem. Sabia que antes de publicar o post fiquei procurando imagens para ilustrar o que eu falava? Algo assim, como as suas! Estou curiosa para ver as outras...
E o que é isso? Além desse comentário lindo ainda vou ganhar mais presente?? Ah, tá brincando... uma ampliação especialmente pra mim?!! Sou uma menina de sorte, ADOREI!!!

Muito prazer em conhecê-la também!
Um super beijo procê,
Dani

Fred Neumann disse...

Hey, Dani,

Tenhos primos morando em Cumbuco, e em Março fomos pra lá.
Eles nos emprestaram o carro pra passearmos pelo Ceará.
Mas o tempo era escasso, e resolvemos que quando fôssemos pra Jeria, teria que ser só pra lá.
Então um dia, ainda mais depois desse seu relato, iremos pra lá. Correndo.
E saíremos bem devagarzinho!

Beijocas,

Fredão

Fred Neumann disse...

Pô, demais, e ainda por cima, uma amiga das antigas e uma amiga das novas se encontram por aqui, por causa do meu blog.
Tô me sentindo demais, hehehe!

Beijeris,

Fredão

Monica disse...

Oi moça!!!
Super obrigada pelo seu carinho!
Adorei a msg daqui e a que vc deixou no meu blog...me emocionei de novo...
E claro que te mandarei uma foto sim!!!Com imenso prazer...amar Jeri é meio que uma seita, religião sei lá...e compartilhar é mais bacana ainda!!!!
Preciso é de um email seu onde vc me dê seu end.!!!

No about do meu Fotolog tem um email:
http://www.fotolog.com/monicasantos

E nos arquivos a partir de novembro de 2004, lá no fotolog, vc poderá ver muitas fotos de Jeri!!!!
Beijos e super obrigada por compartilhar sua emoção comigo tb!!!Show de coincidências né!!!
Se bem que acho que nada é por acaso..hehehe
:************

E dá-lhe Fredão!!!