domingo, setembro 23, 2007

saudade

Lembra das horas que perdíamos correndo desvairados pelas colinas? De como olhávamos entorpecidos os cavalos selvagens? De quando você me ensinou a montar? E das noites estreladas em que fugíamos dos adultos e viajávamos para outros planetas? Da primeira vez em que você me viu de vestido e ficou bravo por achar que iríamos nos separar? De como eu tinha medo de que você se machucasse naquelas brincadeiras de meninos? Dos risos marotos na hora do jantar... Das longas tardes tentando entender os poemas... Dos versos recitados lá de cima das pedras... Saudade. .

Nenhum comentário: