segunda-feira, maio 26, 2008

até o sol nascer amarelinho

Sensação boa no peito, tô levinha...
Incrível como coisas simples podem fazer diferença no dia.
Olhei o céu azul e me veio a voz da Gal nos ouvidos:

...eu não sei se vem de Deus 
do céu ficar azul 
ou virá dos olhos teus 
essa cor que azuleja o dia... 
se acaso anoitecer 
do céu perder o azul 
entre o mar e o entardecer 
alga marinha, vá na maresia buscar ali 
um cheiro de azul 
essa cor não sai de mim 
bate e finca pé a sangue de rei... 
até o sol nascer amarelinho 
queimando mansinho cedinho, cedinho, cedinho 
corre e vai dizer pro meu benzinho 
um dizer assim: o amor é azulzinho..."

*

2 comentários:

Violeta disse...

Te desejo a cor mais colorida, a flor mais perfumada e uma estrela bem brilhante pra fazer brilhar todos os dias da sua vida !
Sempre.
Beijocas
=)

Dani disse...

Puxa, que presente mais lindo!!! êeee.... obrigada!