domingo, julho 06, 2008

orgulho e preconceito
























ai, ai... quanto cabeça-dura como eu por aí!



Gente com dificuldade para descobrir o que quer de verdade. E com a mesma dificuldade, depois que descobre, de reconhecer e assumir o que descobriu (até pra si mesmo). Gente com dificuldade para encontrar aquilo que quer. E com dificuldades de novo, depois que encontra, de expressar e comunicar aquilo que pensa e sente.... Gente complicadinha essa!

Mas gente também com um coração e-n-o-r-m-e!!!
E que, no meio das cabeçadas, às vezes acerta em cheio.

Adorei o filme.

*

4 comentários:

Adriano DiCarvalho disse...

É como você disse bem. Pessoas assim - na sua grande maioria - quando acertam, acertam em cheio mesmo. Há seus méritos em ser tão complicado. Há também uma certa sabedoria nisso sabe...rs Não que eu seja complicado, imagina...rs

Bjão.

Fernando Carrara disse...

Ai Dani, será que o grande barato da nossa vida é viver em dúvida? rsss
Beijo

Morganna disse...

às vezes se é complicado por querer ser simples.
ainda bem que se alguma forma dá certo. e se aprende com essas complicações todas.

Beijão. =P

Tata disse...

só quem erra e bate a cabeça é que uma hora acerta...