quarta-feira, abril 29, 2009

birds

"A dor da paixão não satisfeita é essa: o apaixonado deseja possuir o objeto do seu amor, mas ele escapa sempre. Por isso ele sofre. Movido pela dor, quer possuí-Io. Não sabe que, para que sua paixão continue a existir, é preciso que ele continue escapando sempre. A paixão só ama objetos livres como os pássaros em vôo."

Rubem Alves
in “O AMOR QUE ACENDE A LUA – Aos Apaixonados”


Eu escapo
Tu escapas
Ela escapa
Ele escapa
Nós escapamos
Vós escapais
Eles escapam
E nesse vai e vem
se escapam e se amam tanto
que nem percebem
que voam juntos.


*Peguei a dica do trecho do Rubem Alves lá na Poetriz.

3 comentários:

Mr. Mojo Risin' disse...

....adorei!!!

um abraco da alemanha

e.

Maria disse...

Obrigada: Eu amo vocês, meus amigos poetas, presentes que Deus me deu.
A compahia de vocês é o maior motivo para eu escrever sempre.
Faça-me uma visita e se gostar volte sempre.
beijos delirantes para vocês.

poetriz disse...

E amar nao é exatamente isso?
Voar com suas próprias asas, lado a lado de alguém?

Bjs!