sexta-feira, julho 03, 2009

ah, as abobrinhas...

"Porque esse talvez seja o único remédio quando ameaça a doer demais: invente uma boa abobrinha e ria, feito louco, feito idiota, ria até que o que parece trágico perca o sentido e fique tão ridículo que só sobra mesmo a vontade de dar uma boa gargalhada".
Caio F. Abreu
rs... só você mesmo! só você e o Caio. Pena que ele se foi antes de eu conhecê-lo. Íamos todos dar boas risadas juntos. Mas damos sempre um jeito, não?

Nenhum comentário: