quinta-feira, novembro 26, 2009

viva

“Não quero nunca renunciar à liberdade deliciosa
de me enganar.”

__Che Guevara

nem eu, Che.
me engano algumas boas vezes ao dia.
parte delas eu não entendo e fico muito, muito brava.
mas mais tarde descubro que foram ótimos enganos,
me levaram para onde eu precisava ir e nem sabia.
e existem também os enganos intencionais,
quando me engano por puro prazer de viver.
num caso ou outro, caro amigo, muito melhor assim.

3 comentários:

Mayla disse...

Ás vezes também fico muito brava quando me engano,mas outras,no final acabo ficando feliz,pois aprendo algo.

Raquel Oliveira disse...

tem seus dois bons lados... Acho que no amor é mais facil de se enganar.... Sei lá...rs.
Saudades daqui...
bjos

renata disse...

a gente, as vezes, gosta de mentiras sinceras. essas, interessam!

beijos.