sexta-feira, janeiro 29, 2010

das verdades

acho algumas certezas quase impossíveis, frágeis demais.
dessas absolutas me parecem existir poucas.
mas as pessoas não costumam me entender muito bem quando digo que considero esse negócio de se desejar o "pra sempre" algo estranho.

as certezas residem no agora, não?
dentro daquele pequeno universo que a gente conhece.
posso expressar a minha certeza limitada ou a "intenção de" que existe nesse agora.
e com muito comprometimento. isso, sim.
isso me soa verdadeiro, suave e forte ao mesmo tempo.
e isso eu acho bonito.


*tava "devendo" um post pro meu amigo F., aqui está.

6 comentários:

disse...

Sabe, ando começando a concordar...

Mas demorei.

Sol Brito disse...

Concordo com você...pra sempre é tempo demais!!!

=)

Beijos e ótimo final de semana!!

Janaina. disse...

é a nossa única certeza, o agora. quando vai passando o tempo e você vai perdendo, acaba dando mais valor pro momento presente, e esse valor é o melhor que você pode dar.

Shirlei disse...

A certeza é algo delicado e cômodo, acredito...Também penso que ela engorda...Defendo um modo mais light, evito este tipo de acumulo , causado pelo desconforto que é ter sempre razão...Concordo com vc quando diz que " intenção de " parece ser mais sincera e forte..E sim, é até mais bela...

"nunca sei ao certo
se sou um menino de dúvidas
ou um homem de fé

certezas o vento leva
só dúvidas ficam de pé"

(leminski)

Fabio Machado disse...

Dani,

Sua grande leveza é ter a intenção de não ter certeza.

Meu grande orgulho é acreditar na sua "intenção de" em cada agora.

Nosso grande desafio é nos manter bonitos, mesmo na incerteza sobre outrora.

Obrigado, Dani. Adorei !

Beijos,
Fabio.

Simony Zárate disse...

"...isso eu acho bonito"