quarta-feira, agosto 11, 2010

minutos

alguns momentos registram-se de tal maneira que parecem permanecer vivos.
aqueles minutos pela manhã enquanto ele se trocava me entorpeciam.
quer dizer, não sei, talvez fosse o oposto.
era como se eu ficasse totalmente presente.
um poder sobre-humano o que ele exercia sobre mim.

*

Um comentário:

Poupée Amélie™ disse...

Há quem exerça tal poder sobre nós.
;)