sábado, novembro 06, 2010

bota coragem nisso

"É preciso coragem para suportar as fortes dores da autodescoberta, em vez de optar pela dor amena da inconsciência que duraria pelo resto de nossas vidas."

Marianne Williamson

e quando a gente dá o primeiro passo
descobre que tem.

*

6 comentários:

Dani disse...

Em matéria de dor é melhor mesmo uma cavalar que passe logo do que doses homeopáticas eternas, não? Ainda mais em matéria de auto-descoberta! Obrigada pela injeção de coragem! Beijo

Fabio Machado disse...

Concordo com Dani Yoko. Ontem levei uma porrada enorme e doeu muito. Mesmo assim, há um lado bom. Prefiro sentir uma dor aguda de uma vez só, do que levar agulhadas sucessivas sabe-se lá até quando.

Beijos,
Fabio.

KIKA disse...

E, como dói!!! Mas é completamente recompensador ao chegar a plenitude do EU.

Parabéns pelo seu blog e escritos.

Ótima semana!

bjs

palavraemfuga.com disse...

"Essa terrível coragem diante do grande medo e e esse medo
infantil de ter pequenas coragens"
- Vinicius de Moraes, em "O Haver"

Mi ma disse...

Talvez o problema resida justamente na incerteza dois minutos antes do primeiro passo.


Beijo, beijo

Marcello disse...

As palavras de Marianne são verdadeiras e ao mesmo tempo duras.

A verdade sobre nós geralmente não é nada agradável, sempre nos achamos bonzinhos, delicados, mas o espelho sempre mostra o contrário.

Há um ditado que é o oposto do que ela diz :

- A ignorância é uma bênção.

Para se pensar.

Beijos Dani