domingo, março 06, 2011

não compreendo as mulheres

tem um blog português que eu adoro: http://naocompreendoasmulheres.blogspot.com/

os diálogos são muito bons! este está fresquinho e desta vez eu não resisti:

conversa 1731

Ela - Saí com um tipo por quem me comecei a interessar aos poucos.
Eu - Fixe!
Ela - Não é tão fixe assim. Comecei a dar-lhe uns elogios, mas ele nunca percebeu que esses elogios significavam que ele podia avançar...
Eu - Nunca avançou?
Ela - Não.
Eu - E ele estava interessado em ti?
Ela - Se não estava, porque é que saímos tantas vezes os dois?
Eu - Sozinhos?
Ela - Sim.
Eu - Pois... não sei. Que elogios é que tu lhe deste?
Ela - Disse-lhe que ele fazia uma excelente caipirinha.
Eu - Só isso?
Ela - É pouco?
Eu - Não sei se é pouco ou muito. Eu, pelo menos, não partiria do princípio que podia avançar para uma noite de sexo contigo, só por elogiares a minha caipirinha.
Ela - Estás a ver?! Não era para uma noite de sexo que eu queria que ele avançasse. Era para uma relação, um namoro a sério...
Eu - Ainda pior. Dizer a um gajo que ele faz uma boa caipirinha não é propriamente o mesmo que dizer-lhe "eu amo-te e quero passar o resto da minha vida contigo", percebes?
Ela - A não ser que a caipirinha dele seja horrível.
Eu - A caipirinha dele é horrível?
Ela - É intragável. Fiz um esforço enorme para beber aquilo. Ele devia ter percebido que eu estava a mentir porque gosto dele.

4 comentários:

Simony Zárate disse...

hahahaha, mto bom

Pedro Rabello disse...

Ótimo diálogo! Obrigado pela dica do blog.

N. Ferrarezi disse...

Danii, Amei o post... vou até dar uma olhada no blog.

Fabio Machado disse...

Ele provavelmente acha que faz a melhor caipirinha do mundo ! rs

Vou e volto, algumas coisas mudam, mas você continua singular, Dani !


Beijos,
Fabio.