domingo, maio 13, 2012

todo um novo mundo

por muito tempo tive tendência a ser dominada pela racionalidade.
um ser dentro de mim super protetor e com porte de general acha que esse é um bom jeito de cuidar de mim.
procurar a verdade naquilo que é compreensível pela mente, por mais complexo, duro ou fantástico que fosse.
me deixar levar pelas emoções ele me dizia que era muito perigoso.
um mundo desconhecido, sem lógica ou de uma lógica completamente difusa.
com o passar dos anos tenho percebido que não ouví-las também é tão perigoso quanto.
o que acontece é que as emoções, muitas vezes desequilibradas e cegas, deturpam os fatos e nos enganam com facilidade. este era o receio dele, que eu as seguisse mesmo assim.
compreendo toda essa preocupação e o cuidado.
mas agora eu aprendi um pouco como isso funciona. é um território completamente novo, mas tenho arriscado a dar umas voltas mais longas por essas florestas, vales e montanhas.
tem um mundo gigantesco me chamando.
acho que estou pronta, ou muito muito perto disso.

2 comentários:

Daniela Yoko Taminato disse...

Que bom Dani! O importante mesmo é sempre procurar as misturas que irão compor aquilo que chamamos de eu. E nenhuma mistura que se preze é feita de "100%-alguma-coisa". A graça está na "Mistura Fina" que podemos ser. Sempre bom te ler!

Dani disse...

Concordo, Dani! Uma verdadeira arte essa mistura, não?
Obrigada!
Uma honra ter suas visitas! ;)